Domicio do Nascimento Junior
 

Seleção para leitura
Consorciacao de pastagens
Manejo do Pastejo
Considerações do Professor
Avaliação de Pastagens com Animais
Avaliação de Forrageiras
Avaliação da Digestibilidade
Anatomia e Histologia
Adubação nitrogenada
Consumo
Capim-Elefante
Desfolhação
Degradação de Pastagens
Formação de pastagens
Ecologia
Fixação de Nitrogênio
Fenação
Irrigação de pastagens
Glossário
Manejo de pastagens
Morfogênese
Nutrição a pasto
Queima de pastagens
Produção de Matéria Seca das Pastagens
Perfilhamento
PRODUÇÃO ANIMAL A PASTO
Pastagens Nativas
Produção de sementes
Principios de Fisiologia
Pragas das pastagens
Raízes
Reciclagem de Nutrientes
Silagem
Seletividade animal
Suplementação
Sustentabilidade de pastagens
Valor Nutritivo

   Valor Nutritivo

      VALOR NUTRITIVO DAS PASTAGENS TROPICAIS
       
  29/6/2001  

Aluno: Helder Luis Chaves Dias
Prof.: Domicio do Nascimento Jr.
VIÇOSA - MG, Julho - 1997

As pastagens constituem a base da dieta dos ruminantes na grande maioria dos sistemas de produção das
regiões tropicais. Na composição botânica destas pastagens, é encontrada uma ampla variação de
espécies na sua grande maioria representadas por gramíneas e leguminosas, que podem ser nativas ou
cultivadas, cujas qualidades nutritivas são muito variáveis. Tais variações de qualidade ocorrem não
somente entre gêneros, espécies ou cultivares, mas também, com as diferentes partes das plantas, estágio
de maturidade, fertilidade do solo e com as condições locais e estacionais (NORTON, s.d.).
A eficiência da utilização destas plantas forrageiras pelos animais está na dependência de vários fatores,
entre os quais podemos citar como mais significativos, a qualidade e a quantidade de forragem disponível
na pastagem e o potencial do animal. Quando a disponibilidade de forragem e o potencial animal não são
limitantes, a qualidade da pastagem é definida pela produção por animal, estando diretamente
relacionada com o consumo voluntário e com a disponibilidade dos nutrientes contidos na mesma (REIS
et al., 1993).
A definição mais adequada de qualidade da forragem é a que relaciona o desempenho do animal com o
consumo de energia digestível (ED), e neste contexto temos o valor nutritivo, que refere-se ao conjunto
formado pela composição química da forragem, sua digestibilidade e a natureza dos produtos de digestão
(REIS et al., 1993).
 
Retornar Seleção para leitura Artigo  sem moldura do site
 
   :: Fale Conosco ::
Todos os direitos reservados Domicio do Nascimento Junior. Produção do WebSite Valter Lobo