Domicio do Nascimento Junior
 

Seleção para leitura
Consorciacao de pastagens
Manejo do Pastejo
Considerações do Professor
Avaliação de Pastagens com Animais
Avaliação de Forrageiras
Avaliação da Digestibilidade
Anatomia e Histologia
Adubação nitrogenada
Consumo
Capim-Elefante
Desfolhação
Degradação de Pastagens
Formação de pastagens
Ecologia
Fixação de Nitrogênio
Fenação
Irrigação de pastagens
Glossário
Manejo de pastagens
Morfogênese
Nutrição a pasto
Queima de pastagens
Produção de Matéria Seca das Pastagens
Perfilhamento
PRODUÇÃO ANIMAL A PASTO
Pastagens Nativas
Produção de sementes
Principios de Fisiologia
Pragas das pastagens
Raízes
Reciclagem de Nutrientes
Silagem
Seletividade animal
Suplementação
Sustentabilidade de pastagens
Valor Nutritivo

   Avaliação da Digestibilidade

      AVALIAÇÃO DA DIGESTIBILIDADE E O CONSUMO DE PASTO
       
  20/6/2001  

Aluno: Alex Carvalho Andrade
Prof.: Domicio do Nascimento Jr.

A digestibilidade e o consumo são dois dos principais componentes que determinam a qualidade de um
alimento. De todos os nutrientes necessários às exigências nutricionais para mantença, crescimento e ou produção dos bovinos, a energia, sob a forma, principalmente, de celulose e hemicelulose, constitui a principal contribuição das forragens. A extensão da digestão microbiana dos carboidratos do rúmen se
relaciona com a digestibilidade da forragem e, juntamente com a taxa de digestão desses mesmoscarboidratos, irão determinar o valor nutritivo da forragem para o ruminante, não apenas sob o aspectoenergético, como ainda protéico e outros (GOMIDE, 1974).
Segundo MINSON (1990), a quantidade de matéria seca ingerida pelo animal, se constitui no principal fator a controlar a produção de ruminantes a pasto. O consumo voluntário de forragem pode ser definido como a quantidade de matéria seca ingerida diariamente pelos animais, quando a quantidade de alimento oferecida
está em excesso. O consumo de forragem é influenciado por três principais fatores:
l aqueles que afetam a digestão da forragem, relacionados, principalmente, com a maturidade e a
concentração de nutrientes do material ingerido;
l aqueles que afetam a ingestão de forragem, relacionados, principalmente, com a estrutura física do
pasto;
l aqueles que afetam a demanda por nutrientes e a capacidade digestiva do animal, refletidos,
principalmente, pela maturidade e estádio produtivo do animal (HODSON, 1990).
Um método que estime adequadamente a digestibilidade e o consumo de forragem pelos animais é
essencial para avaliação das pastagens. Várias técnicas têm sido propostas para se estudar a quantidade
de forragem consumida por animais e a digestibilidade destas forragens. Neste trabalho, procurou-se agrupar
as principais metodologias utilizadas experimentalmente, fazendo-se uma breve apreciação a respeito de
cada uma.
 
Retornar Seleção para leitura Artigo  sem moldura do site
 
   :: Fale Conosco ::
Todos os direitos reservados Domicio do Nascimento Junior. Produção do WebSite Valter Lobo