Domicio do Nascimento Junior
 

Seleção para leitura
Consorciacao de pastagens
Manejo do Pastejo
Considerações do Professor
Avaliação de Pastagens com Animais
Avaliação de Forrageiras
Avaliação da Digestibilidade
Anatomia e Histologia
Adubação nitrogenada
Consumo
Capim-Elefante
Desfolhação
Degradação de Pastagens
Formação de pastagens
Ecologia
Fixação de Nitrogênio
Fenação
Irrigação de pastagens
Glossário
Manejo de pastagens
Morfogênese
Nutrição a pasto
Queima de pastagens
Produção de Matéria Seca das Pastagens
Perfilhamento
PRODUÇÃO ANIMAL A PASTO
Pastagens Nativas
Produção de sementes
Principios de Fisiologia
Pragas das pastagens
Raízes
Reciclagem de Nutrientes
Silagem
Seletividade animal
Suplementação
Sustentabilidade de pastagens
Valor Nutritivo

   Avaliação de Pastagens com Animais

      ASPECTOS SOBRE A AVALIAÇÃO DAS PASTAGENS COM ANIMAIS
       
  20/6/2001  

Aluno: Ronaldo Lopes Oliveira
Prof.: Domicio do Nascimento Jr.

O país enfrenta o crescimento demográfico, a demanda de alimentos, a competição dos produtos agropecuários dos países do Cone Sul e a elevação das taxas de juros em função da saída de capital do país para o exterior ocasionada pela queda nas bolsas de valores. Assim, aumentos nos índices de produtividade são cada vez mais exigidos para manutenção da exploração animal com lucratividade. Assim, medidas que visam a maximização da produção animal e/ou minimize os custos devem ser tomadas pelos técnicos e produtores que queiram se manter no "negócio".
No Brasil, os estados que possuem a maior população de bovinos de corte se encontram na região centro-oeste, destacando o Mato Grosso do Sul como o detentor do maior rebanho. No tocante aos bovinos de aptidão leiteira, a maior densidade é observada no sudeste e sul, sobressaindo-se o estado de Minas Gerais como o maior produtor. Em ambos os cenários e explorações, as pastagens constituem-se a base da alimentação dos animais. Sendo esta afirmativa mais contundente no que se refere aos bovinos de corte.
Com base no exposto acima e no velho, mas realista, chavão de que a produção animal entra pela boca, pode-se inferir que um dos principais pontos de atuação do cientista animal seria com relação às forrageiras.
Ao longo dos anos têm-se estudado a nutrição dos ruminantes e as plantas forrageiras separadamente. Ou então, nos trabalhos em que se utilizavam animais e plantas, est udava-se os dois separadamente. Todavia o sistema planta-animal é complexo e interdependente, o que pode levar ao insucesso no processo produtivo com base em estudos dessa natureza.
Parece claro, então, que os estudos de avaliação de forrageiras devem, sob algum aspecto, estar ligados ao desempenho animal, e, para isto, deve-se buscar técnicas que permitam estudar a pastagem sem deixar de considerar o efeito do animal sobre a mesma.
 
Retornar Seleção para leitura Artigo  sem moldura do site
 
   :: Fale Conosco ::
Todos os direitos reservados Domicio do Nascimento Junior. Produção do WebSite Valter Lobo