Domicio do Nascimento Junior
 

Seleção para leitura
Consorciacao de pastagens
Manejo do Pastejo
Considerações do Professor
Avaliação de Pastagens com Animais
Avaliação de Forrageiras
Avaliação da Digestibilidade
Anatomia e Histologia
Adubação nitrogenada
Consumo
Capim-Elefante
Desfolhação
Degradação de Pastagens
Formação de pastagens
Ecologia
Fixação de Nitrogênio
Fenação
Irrigação de pastagens
Glossário
Manejo de pastagens
Morfogênese
Nutrição a pasto
Queima de pastagens
Produção de Matéria Seca das Pastagens
Perfilhamento
PRODUÇÃO ANIMAL A PASTO
Pastagens Nativas
Produção de sementes
Principios de Fisiologia
Pragas das pastagens
Raízes
Reciclagem de Nutrientes
Silagem
Seletividade animal
Suplementação
Sustentabilidade de pastagens
Valor Nutritivo

   Manejo de pastagens

      O ESTADO DA ARTE EM INTEGRAÇÃO LAVOURA E PECUÁRIA
       
  12/8/2008  

Paulo C. de F. Carvalho1; Ibanor Anghinoni2; Anibal de Moraes3; Carlos R. Trein2; João P. C. Flores2; Carla T. C. Cepik2; Renato Levien2; Marília T. Lopes1; Carolina Baggio1; Claudete R. Lang3 ; Reuben M. Sulc41; Adelino Pelissari3.

1 .Depto. de Plantas Forrageiras e Agrometeorologia – UFRGS; 2.Depto. de Solos – UFRGS; 3.Depto. de Fitotecnia e Fitossanitarismo – UFPR; 41.Dept. of Horticulture & Crop Science – Ohio S. University.

1. Introdução

A integração da lavoura com a pecuária (ILP) como conceito tecnológico é tão antiga quanto a domesticação dos animais e das plantas. Vários países a utilizam, sendo que a combinação de atividades pode ser tão distinta quanto a diversidade dos sistemas de produção existentes. Tomando a Ásia como exemplo, a integração lavoura-pecuária em pequenas propriedades é o sistema que tende a ser dominante e é utilizado diferentemente dos modelos de integração conhecidos no Brasil. Alguns exemplos de sistemas de integração cultura anual-animal incluem arroz, trigo, gado, ovelhas e cabras na Índia, arroz, cabras, patos e peixes na Indonésia; arroz, búfalos, porcos, galinhas, patos e peixes nas Filipinas; arroz, vegetais, porcos, patos e peixes na Tailândia e, no Vietnã, o uso de vegetais, cabras, porcos, patos e peixes (Devendra & Thomas, 2002). Percebe-se, com isso, a diversidade potencial do sistema, podendo ser utilizado de diferentes maneiras nas diferentes partes do mundo. No Brasil, a ILP sempre foi bastante utilizada, em particular na abertura de fronteiras agrícolas. O sistema Barreirão é um exemplo disto. O que é novo, em termos de Brasil, é a aplicação desses conceitos de ILP em sistemas de plantio direto (SPD). Embora haja muitos paradigmas a respeito da entrada de animais em áreas de SPD (Moraes et al., 2002), observa-se forte crescimento na adoção da tecnologia de integração, particularmente no centro-sul do país, com particularidades distintas de cada região. No Cerrado o enfoque da integração está na rotação de culturas, recuperação dos solos e de pastagens degradadas. Já no sul do Brasil o enfoque tem sido também na rotação e diversificação, mas principalmente como alternativa de renda e utilização da terra nos períodos inter-lavouras de verão. Em que pese os diferentes enfoques, as benesses da ILP têm sido associadas invariavelmente à redução de custos, aumento da eficiência do uso da terra, melhoria dos atributos físicos e químicos do solo, redução de pragas e doenças, aumento de liquidez e de renda. O objetivo deste trabalho é apresentar como a ILP pode ajudar o produtor rural por meio da diversificação e rotação de atividades, e como as referidas benesses da ILP se produzem no sistema. Enfoque maior será concentrado no contexto dos sistemas de produção do sul do Brasil, e o estado da arte da ILP em áreas de SPD, sem a pretensão de exaurir o assunto, mas procurando trazer os últimos resultados no tema..
-------------------------
Carvalho, P. C. de F.; Anghinoni, I.; Moraes, A.; Trein, C. R.; Flores, J. P. C.l; Cepik, C. T.C.; Levien, R.; Lopes, M. T.; Baggio, C.; Lang, C. R; Sulc, R. M.; PelissarI, A. O estado da arte em integração lavoura-pecuária. In: Gottschall, C. S.; Silva, J. L. S.; Rodrigues, N. C. (Org.). Produção animal: mitos, pesquisa e adoção de tecnologia. Canoas-RS, p.7-44, 2005,
 
Retornar Seleção para leitura Artigo  sem moldura do site
 
   :: Fale Conosco ::
Todos os direitos reservados Domicio do Nascimento Junior. Produção do WebSite Valter Lobo